Há algum tempo, escrevi um texto sobre “top 10 filmes de macho!” para um site no qual sou colunista. Bom, esse texto sobre as listas foi um sucesso. Principalmente entre os leitores mais modernos, que pediram Casablanca e Brad Pitt entre os dez mais. Centenas de mensagens entupiram nossas caixas de emails, de bibas nos agradecendo pelo bem que estou fazendo à sua causa. Dizem que estou ajudando o mundo a ser menos preconceituoso e mais receptivo(!).

Manifestantes pedem uma praça com o nome do autor em Pelotas Havia um projeto de construir estátuas dos membros desse site em San Francisco, de mármore de carrara. Não só dos membros, mas do corpo todo. Porém, em virtude da imensa quantidade de matéria prima que seria necessária para a elaboração do membro deste membro que vos fala, tal homenagem teve que ser abortada. Agora cada um de nós vai ter seu nome emprestado à um carro alegórico do Grêmio Recreativo Escola de Samba Estação Primeiro Eu na Mangueira, de Pelotas. Muito justa homenagem. Por isso vou lançar aqui uma campanha.

Acompanhem: há um tempo atrás teve uma grande discussão a respeito do milico da novela das oito , personagem do Edson Celulari, que ia assumir, diziam as más línguas, sua boiolagem. Teríamos então um homossexual-bissexual-transexual-gay-boiola-aviadado no horário nobre. Os milicos rodaram a baiana, e tanto reclamaram que a Globo deixou o sujeito enrustido mesmo. Pergunto: e daí!? Não entendo o porquê de tanto barulho. Tem veado em tudo que é lugar. Menos, claro, neste site. Pode ter gente querendo ver a mulher com outro, leitor reclamando o Brad Pitt na lista dos 10 mais filmes pra macho, mas veado não.

E se a globo fizesse um publicitário veado? Será que o Olivetto ia dar chiliques por aí? Ou se fosse um estilista veado, será que o Clodovil ia se levantar contra esta infâmia? Então, em mais um serviço de utilidade privada deste ilustríssimo site, lançamos a campanha “Tire um amigo veado do armário”. Seguinte: se você é médico, estudante, estivador ou faz parte de algum clube de leitura de poesias sábado de noite, descubra alguém veado entre seus pares e cagoete ele! Vamos lá! Vamos mostrar à sociedade que veado, barata, rato e eleitor do Lula tem em tudo que é lugar, só que eles não aparecem muito. Não tenha medo. Sabe aquele seu amigo marombeiro que malha com você e tem um pôster do Vin Diesel no quarto dele, e quando vocês vão juntos ao banheiro fica te olhando de rabo de olho por que “Pô, seu bíceps tá maneiro!”? Então, cagoete essa bicha louca!

Clodovil em um momento intimista
Aquele cara do seu trabalho que gosta de moda, usa blusinha curtinha e apertada e dá tchau só com os dedinhos. É ele mesmo! Puxe ele do armário e faça-o se revelar. Devemos isso à sociedade. Não tenha medo! Eles não podem continuar anônimos e sujeitos ao preconceito geral, irrestrito e segregacionista. Puxe um amigo veado do armário e lhe faça mostrar a cara. Mas puxa com jeitinho, vai que ele gosta da sua pegada e resolve cagoetar você também.

Dica pra diagnosticar a boneca: se você ta andando na rua, mostre uma gostosa pro seu camarada e diga “nossa!!”. Se ele olhar por cima dos óculos escuros com as sobrancelhas suspensas fizer biquinho de francês, e disser algo como “Nossa! Por favor alguém avisa pra ela que a última vez que eu vi mini-saia com bota branca foi em ´Blade Runeer`. Muuuito anos oitenta”. Batata, entregue a bicharoca. Mas se você já é veado, fica na sua. Não cagoete ninguém, por que vai parecer intriga da oposição. A não ser que você seja metrosexual. Aí, conte pra nós alguma biba entre vocês. Isso vai ser um marco para o fim do preconceito com os que dizem que todo metrosexual é machão e tem que coçar o saco por aí. Mostre que vocês, metrosexuais, também podem coçar os sacos alheios, por mais que ninguém nunca tenha desconfiado disso.

 

Anúncios