Quando uma mulher que te ama, ou ao menos tem algum envolvimento emocional, sexual ou hierárquico com você, lhe disser algo de bom, ou fizer algum elogio, desconfie. Não que ela esteja mentindo, até por que, somos burros, e se ela estiver, não perceberemos. Mas desconfie simplesmente por que ela tem algum interesse, direto ou indireto, ou alguma “obrigação” de te elogiar ou falar bem de você. Interesse de valorizar o namorado, interesse de levar você pra cama ou, no último exemplo, interesse de ganhar um aumento puxando seu saco. Aí, nessas horas, elas não mentem, elas embelezam a dura e feia realidade. Sua chatice vira persistência, sua grosseria vira personalidade, sua canalhice vira “ele preza muito a liberdade dele”, e até sua mãe, que antes era cobra e tinha mais é que morrer engasgada com uma azeitona sem caroço, agora é “difícil” e “tem medo de perder o filho”.
Então, falávamos sobre elogios. Essa gente tem interesse em te ver bem, em falar bem. Não que façam sempre por esse motivo, você até pode ter uma qualidade ou duas. Mas ela com certeza vai exaltá-las ao máximo, e se depender dela, daqui a pouco você tá presidindo a ONU. Às vezes é até sem querer, afinal, ela te ama, e uma mulher não pode amar um vagabundo que não faz nada da vida, ela tem que amar alguém que está se recolocando no mercado, buscando satisfação pessoal e não somente realização profissional.
Mas e a outras pessoas? E quando você conhece um bocado de gente, gente sem nenhum interesse desses lá de cima, até porque, você não é chefe delas e ela já estão dando pra algum amigo seu, e essa gente gosta de você de verdade, e te elogia, e fala bem, e lembra de você, e fala sempre com você etc. Amigos de amigos, amiga de amigos, pessoas que te conhecem há poucos dias e já falam bem de você como se você merecesse, e te querem por perto como se isso não fosse perigoso. Gente que mal te conhece e já te quer pra namorado da prima, gente que te conhece há poucos meses, e ainda assim te viu uma ou duas vezes, e já te acha o sujeito mais legal do mundo, enfim, gente que não quer te dar, não ta apaixonada por você, não vai te pedir aumento nem grana emprestado, e mesmo assim essa gente te liga, manda email, manda recado, quer você sempre por perto e vive te elogiando e falando que você escreve bem (mesmo sendo isso um fato incontestável), que você é inteligente, engraçado e espirituoso.
É nessa gente que você deve acreditar. Ma se alguma delas resolver te dar, se apaixonar por você ou resolver arrumar um emprego na empresa que você trabalha, pare de acreditar. A partir daí, só acredite em elogios repetidos, por que pode acreditar que os novos estarão completamente contaminados. Se você conseguir alguma coisa com a prima delas então, camarada, não acredite em mais nada….

Anúncios